Em busca da felicidade: reconhecendo relações destrutivas, abusivas e caminhos para superação

Em busca da felicidade: reconhecendo relações destrutivas, abusivas e caminhos para superação

A violência de gênero está relacionada ao poder, privilégios e controle   masculinos, encontrando  justificativas em culturas seculares, na religião e regras sociais que reforçam uma valorização diferenciada para os papeis masculinos e femininos.

A violência de gênero ocorre em todas as classes sociais, independe do grau de instrução, da etnia, da cor e da religião.

Por violência de gênero feminino entende-se qualquer conduta – ação ou omissão – de discriminação, agressão ou coerção, ocasionada pelo simples fato de a vítima ser mulher e que cause dano, morte, constrangimento, limitação, sofrimento físico, sexual, moral, psicológico, social, político ou econômico ou perda patrimonial. Essa violência pode acontecer tanto em espaços públicos como privados.

Por outro lado o agressor do gênero masculino apresenta dificuldade de compreender por que está sendo agora mal visto ou punido por exercer o seu papel.  Por isso precisa de ajuda para entender as relações humanas baseadas na lógica da igualdade, das capacidades e do respeito devido ao outro.

Essa palestra vem para dar voz àqueles que conhecem ou se identificam com o tema e necessitam reconhecer o que são essas relações, seus sinais, como podem ajudar,  as limitações existentes, os caminhos de superação, e o não julgamento.